Publicado em 23 de Julho de 2019

OHSAS 18001 e ISO 45001: o que mudou na nova norma?



A ISO 45001 é o novo padrão criado pela Organização Internacional de Normalização para Saúde e Segurança no Trabalho com o intuito de aprimorar o Sistema de Gestão, substituindo a OHSAS 18001.
Embora a nova norma tenha um escopo similar ao da OHSAS 18001, a ISO 45001 possui características distintas e, por isso, não é considerada “revisão” ou atualização.

A norma ISO 45001 traz uma nova estrutura que facilita a integração com outras normas do Sistema de Gestão e tem por objetivo gerenciar riscos e perigos do ambiente de trabalho, proporcionando assim um ambiente de trabalho seguro e saudável para funcionários e visitantes. É uma ferramenta indicada para qualquer tipo de organização que deseja melhorar seu desempenho de SSO, independentemente do porte ou segmento.
 

Principais diferenças entre a ISO 45001 e OHSAS 18001

Existem muitas diferenças, mas a principal delas é que a ISO 45001 concentra-se na interação entre a organização e seu ambiente de negócios, enquanto a OHSAS 18001 era focada na gestão de riscos de saúde ocupacional e segurança do trabalho e outros problemas internos. Além disso, existem outras quatro diferenças principais:
  • A ISO 45001 é baseada em processos, enquanto a OHSAS 18001 é baseada em procedimentos;
  • A ISO 45001 é dinâmica em todas as cláusulas, ao contrário da OHSAS 18001;
  • A ISO 45001 considera riscos e oportunidades, enquanto a OHSAS 18001 trata somente de riscos;
  • ISO 45001 inclui as opiniões das partes interessadas e a OHSAS 18001 não.
 

E como se integrar à nova norma?

A ISO 45001 e a OHSAS 18001 possuem padrões diferentes de abordagem, porém, um sistema de gerenciamento aplicado de acordo com a OHSAS 18001 é uma base para a migração para ISO 45001.

A mudança para a ISO 45001 significa estabelecer um novo Sistema de Gestão de Saúde Ocupacional e Segurança do Trabalho. Por ser uma norma que contempla um sistema formal, os benefícios são muitos quando implementada corretamente. Além disso, garante o cumprimento da legislação atualglobal, ao mesmo tempo que contribui para a boa reputação organizacional como “um local seguro para o trabalho”.

A certificação será apenas consequência de um bom trabalho e um endosso que demonstra às partes externas que a organização alcançou o cumprimento total do padrão estabelecido.

Qual é o prazo para realizar a migração para a ISO 45001?

O prazo para mudança da OHSAS para a ISO 45001 é de 3 anos a partir da data de publicação (12 de março de 2018). Portanto, atente-se! O quanto antes a empresa realizar esta transição, mais tempo ela terá para se adaptar ao modelo e conscientizar toda equipe às mudanças necessárias.

Tanto para migração quanto para implementação da ISO 45001, sua empresa pode contar com o conhecimento especializado dos consultores da KCG. 



Comentários